Porquê criar Roteiros e Cenários de Teste?

O propósito principal de serem criadas as análises de teste é a cobertura de testes que o projeto passa a ter.
É muito comum o testador testar sempre as mesmas regras e não possuir em sua memória quais delas já foram testadas e quais não devido à pressão de tempo e ao entendimento do negócio. É comum também que ele não teste algumas regras por não supor que tal item pode quebrar.

Com os roteiros e cenários definidos, todas as regras de negócio, regras de interface, mensagens de erro, validações e operações de sistema são cobertas com testes. Desta forma, o cliente pode contratar um serviço de automação de testes, de testes de performance, carga ou stress porque o scripts já estão criados e o automatizador não precisa entender do negócio nem cobrar pela análise novamente.

O cliente pode também selecionar alguns cenários categorizando quais deles têm relação com um determinado componente cuja alteração está prevista, re-executando apenas os cenários selecionados de cada roteiro (redução de custo em vista de um teste de regressão completo).

Enfim, pode-se realizar análise de impacto de alterações, priorizar esforço em testes de regressão, selecionar cenários críticos do sistema, etc. se a partir dos cenários for criada uma matriz de rastreabilidade ligando componentes técnicos com funcionalidades em tela e seus cenários de teste correlacionados.

São inúmeras as possibilidades, e o benefício pode não ser visto em curto prazo, mas para sistemas grandes e complexos se torna essencial.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s